Tendências tecnológicas para 2020

Estamos caminhando para o último semestre de 2019 e já podemos começar a pensar em 2020. E por isso, algumas empresas especializadas prepararam estudos do que podemos esperar para o próximo ano.


Tecnologias como realidade aumentada, robôs e impressão em 3D já são coisas que ouvimos falar quase que diariamente, mas em 2020 podemos ter um contato cada vez mais próximo com tudo isso.


Para os pesquisadores da Totvs Labs, laboratório de pesquisa da empresa de software Totvs, a Inteligência Artificial ganhará ainda mais força em um futuro muito próximo, beneficiando setores de saúde, finanças e varejo, onde o computador se tornará muito mais inteligente e eficiente que um ser humano.


Em relação a impressão 3D, ela pode evoluir para além dos protótipos e chegar ao nosso dia a dia, como em um tênis, por exemplo. Empresas como Nike e Adidas já trabalham com a ideia de tênis impressos em 3D.


E quem acha que o futuro será feito de carros voadores, talvez não se assuste vendo carros andando por aí sem motorista, porque para o ano que vem já poderemos ver alguns carros autônomos circulando pela cidade, já que o prazo final de lançamento desse produto de grandes montadoras é justamente 2020.


Carros voadores lembram Jetsons e Jetsons lembram robôs. Logo logo poderemos esbarrar com eles por aí, já que outra tendência é o uso de robô em atendimentos ao cliente e talvez você ache que essa tendência não seja assim tão inovadora, já que é comum que falemos com bots em alguns sites de empresas ao invés de um ser humano do outro lado da tela. Mas o próximo passo do uso de robôs nesse tipo de atendimento é a capacidade de reconhecer voz e rosto dos clientes e interagir com as pessoas de uma maneira mais próxima à humana. Já que o atendimento por bot hoje em dia muitas vezes é falho.


A realidade aumentada e virtual vai ir além do entretenimento e chegar até o setor da educação e turismo, aumentando a capacidade de trazer elementos do mundo virtual para o real.


A Inteligência das Coisas, que é basicamente a capacidade de interação da tecnologia com o seu arredor vai estar ainda mais presente no dia a dia, além disso, as máquinas terão um sistema de autoaprendizagem, onde elas terão uma rede neural mais inteligente que é capaz de desenvolver a tecnologia das máquinas conforme o que acontece ao redor, como uma evolução natural, só que tecnológica.


Será que estamos preparados para tudo isso?



Colunista

Bruna Clara

Bruna Clara é responsável pela área de Conteúdo da Abraweb e da empresa FG Links, possui experiência em Marketing Corporativo e Digital e estudou Publicidade e Propaganda na PUC-SP




ABRAWEB - Associação Brasileira de Profissionais de Internet | CNPJ 05037868/0001-80