Profissão: Recuperador de Desastre - Os nomes das funçoes na Internet

Um dia um ... um o que me ligou mesmo? Bom, ele trabalha com Internet em Brasília.

Queria que a Associação (ABRAWEB) o ajudasse a listar as profissões ligadas a Internet com descrição de todas para ele conseguir dar, digamos assim: " nomes aos bois" no departamento dele e mostrar aos funcionários e colegas qual era o nome e a função de cada um ali.

A primeira vontade foi de dizer, não sei o que vocês desenvolvem aí com Internet, então veja o que vocês fazem e dêem o nome que quiserem.

Mas não é assim. A pessoa que me ligou, preocupada com nomenclatura das funções do seu pessoal é que está correta. Vamos dar nomes aos bois e parar de chamar urubu de "meu louro". A idéia, admito que mais por curiosidade, do que para solucionar o problema do... do... não sei o que ele faz lá foi: vamos listar os nomes que andam usando para dar cargos aos Internéticos e ver no que dá.

A ABRAWEB tem promovido o 1º Censo Oficial de Profissionais de Internet (www.abraweb.com.br/censo) nele há perguntas sobre profissão, comportamento, formação, conhecimento e situação de trabalho. Qualquer profissional de Internet pode participar desta pesquisa e colaborar com o Censo. Com o resultado deste, esperamos traçar parâmetros para os profissionais de Internet e com isso ajudar empresas e pessoas com dúvidas como: o que faz cada um e que nome tem esta pessoa de acordo com a atividade que exerce.

Voltando a curiosa pesquisa, não foi preciso, muito tempo nem trabalho para encontrarmos os absurdos nos nomes das carreiras e gente que faz a mesma coisa com nomes diferentes dependendo da empresa ou da área em que trabalha.

Já imaginou quantos nomes tem os que em prática e exercício de sua função criam e publicam um site? Webmaster, web designer, desenvolvedor de site, web developer, programador, web designer sênior, web designer jr, prestador de serviço de web, analista de desenvolvimento web, designer de interface para web, designer de web e isso quando não chamam de " o rapaz lá da Internet" .

Profissionalizar, significa estabelecer padrões, para que o mercado possa comparar os profissionais da mesma função. Além de saber exatamente o que cada empresa precisa.

Hoje para se contratar um profissional de Internet mais vale a descrição de seu conhecimento do que o nome. Está difícil para quem contrata e para quem procura trabalho.

Se você descreve: preciso de uma pessoa que faça um terno nas medidas certas mas que conheça bem os tecidos e que tenha atenção dobrada ao acabamento, você na hora identifica o profissional - o alfaiate. Pronto, agora junte os alfaiates que conhece e compare os trabalhos. Fica bem mais fácil na hora de contratar um serviço.

Entre o resultado da pesquisa encontramos: Especialista em Recuperação de Desastres e Arquiteto de Interface para Internet Móvel. Que diabos faz um sujeito Especialista em Recuperação de Desastres ? Arquiteto de Interface para Internet Móvel? Sejamos francos, aquilo da Internet móvel não é interface de nada ainda e precisa mais de um decorador do que de um arquiteto.

Em diversas empresas, líderes de grupos ou donos de negócios na Internet, sem a quem consultar, nomearam seus colegas de trabalho ou funcionários de acordo com a criatividade. Até mesmo grandes portais como o IG e UOL, tem profissionais exercendo a mesma função com nomes diferentes, no primeiro Web Designers e no segundo Webmasters, os dois grupos exercem a mesma tarefa. E se você pergunta para um ou para outro: você é web designer? Respondem rápido: Não. Sou WEBMASTER e como é que ele sabe, ein?

Ficamos felizes que o Profissional de Brasilia, tenha levado em consideração a opinião e pesquisa de uma associação de Internet antes de nomear os funcionários, isso mostra o próprio profissionalismo e humildade.

É importante a nomenclatura para melhoria e profissionalização, antes da regulamentação, tão sonhada, das profissões ligadas a Internet, vêm a conscientização de cada um para que sua função tenha prestígio social e caráter profissional.



Colunista

Stela Garcia

Stela Garcia, jornalista, formada pela Cásper Libero (1998).
Experiência com redação web, redação para jornais, revistas e folders corporativos.
Uma das associadas fundadora é colunista e diretora de comunicação na ABRAWEB – Associação Brasileira de Profissionais de Internet. Ministrou aula em Faculdade e Universidade, como Faculdade Sumaré e Anhembi Morumbi, aplicando matérias como: marketing digital e redação web. Entre outras experiências com negócios web, trabalhou para o hpG, iG e XPG sempre atuando em comunicação, marketing ou no relacionamento com empresas e sites.



Mais artigos sobre negócios web

ABRAWEB - Associação Brasileira de Profissionais de Internet | Av. Queiroz Filho, 1700 bl C, sl 411 - Vila Hamburguesa - São Paulo - SP CEP 05319-000 | CNPJ 05037868/0001-80 tel. 11 2368-2445