Por que alguns projetos não saem do papel?

Não é difícil encontrar algum projeto em nossa vida, que por algum motivo só ficou na ideia ou como dizem, não saiu do papel.
Quando lemos um título como esse, já pensamos logo em fórmulas, passo a passo, receitas prontas. Já vou avisando, isso não existe.
É claro que alguns têm experiências e métodos que deram certo, mas isso depende da realidade de cada um, do tipo de projeto que estamos falando.

Já estamos no segundo semestre de 2012, e quero te fazer uma pergunta. Quantos dos projetos que você idealizou para este ano já foram realizados? Não estou focando apenas em projetos profissionais, quero que você vá além e pense de uma forma ampla. Pense em tudo o que você projetou para este ano.
Alguns meses atrás eu me fiz essa mesma pergunta, e a resposta foi assustadora. Descobri que algumas coisas estavam paradas a mais de dois anos. Ainda bem que eu tive esse insight!

Você pode pensar tá, mas e ai, depois de pensar nisso o que muda? Isso depende de você. No meu caso foi um divisor de águas. Comecei a rever os projetos parados, e analisar o porquê não consegui realizá-los e descobri que 80% deles, eu simplesmente não realizei porque eu desisti.

O que quero destacar aqui, não é nada novo, mas algo que muitas vezes nos esquecemos, e que pode fazer toda a diferença.
Parece clichê falar que precisamos perseverar e acreditar nas coisas para que elas de fato aconteçam, mas isso é cada vez mais evidente.
Startups, a maior onda do momento para os que querem realizar seus projetos parados. Muitos investidores procurando boas ideias para executar, mas calma, precisamos formatar o projeto, precisamos de pessoas para executar, é preciso realizar pesquisa, afinal precisamos convencer "os caras" de que vale a pena investir.
Então, aparecem algumas dificuldades, alguns colaboradores do projeto não se engajam, a coisa começa a parar e o que fazemos nessa hora?

- Não temos meios financeiros
- Não temos garantia de que dará certo
- Não temos mãos para executar
- Não temos quem acredite
- Não...
- Não...
- Não...

Desistir? Essa pode não ser a história de todos os projetos, mas em sua maioria são exatamente assim. O que tenho aprendido, é que devemos antes de tudo sermos apaixonados pela ideia. Somente pessoas apaixonadas podem acreditar nas coisas mesmo quando todos dizem não. Isso sustentará o projeto. Saiba, que até mesmo os grandes negócios tiveram a sua linha de queda. O que sustenta o sucesso é a perseverança daqueles que abraçam a ideia e se esforçam para o barco não virar.
Ainda quero citar as ideias despretensiosas que se tornaram verdadeiros cases. Você já ouviu falar de Facebook?
É fato de que existem algumas coisas que nos impedem. Quando me dei conta de quantas coisas eu havia desistido, comecei a buscar meios para mudar essa realidade. É óbvio que você não vai conseguir resolver tudo de uma única vez (apesar de querer), será preciso abrir mão de algumas coisas, portanto vamos as dicas:

Prioridade: defina o projeto que irá executar e foque nele, será necessário pesar a escolha entre as possibilidades, oportunidades e desejo de realiza-lo.

Organização: se você tem dificuldade de se organizar você pode usar algum programa disponível na internet, existem diversos, por exemplo.

Recursos: avalie quais os recursos você precisará para executar seu projeto. Uma dica para quem precisa de recursos financeiros é o mecanismo do Crowdfunding.

Sociedade: é sempre arriscado se falar em parceria, pois todo ser humano é passível de erro. No entanto se quiser ir longe é necessário apostar em sociedade. Pessoas certas no momento certo fazem toda a diferença. Como está seu network?

Objetivo: Se você vive sem objetivo, você não está vivendo e muito menos construindo algo.

Se tem algum projeto parado, se movimente. Tenho certeza que ao passo que você se move as oportunidades que você precisa para tornar isso realidade virão ao seu encontro e isso não é mágica é resultado de quem trabalha por aquilo que acredita. Não importa se vai começar na garagem da sua casa, como disse uma pessoa certa vez:

"... melhor é o fim das coisas do que o principio delas"
Eclesiastes 7.8

Quer mais uma inspiração?
Assista o discurso feito por Steve Jobs na faculdade de Stanford.




Colunista

Danielle dos Santos

Danielle dos Santos, 29 anos, tem mais cinco anos de experiência em marketing digital, conteúdo para web, publicidade online e parcerias. Formada em Publicidade e Propaganda hoje atua no atendimento a grandes marcas na Agência Questa Comunicação. Sua história na ABRAWEB começou em 2009 e desde então trabalhou gerando novos negócios e parcerias trazendo iniciativas para promoverem a Associação também fora da internet . E-mail danielle@abraweb.com.br


Mais artigos sobre negócios web

ABRAWEB - Associação Brasileira de Profissionais de Internet | Av. Queiroz Filho, 1700 bl C, sl 411 - Vila Hamburguesa - São Paulo - SP CEP 05319-000 | CNPJ 05037868/0001-80 tel. 11 2368-2445