Como perder dinheiro com a internet. Parte I

Quando você nasceu, alguém disse que a vida seria fácil? A menos que você seja a Sacha, filha da Xuxa, não, não vai ser fácil. Não está fácil nem para os filhos do Eike Batista. E a Xuxa? Não consegue nem se aposentar. Precisa continuar trabalhando, nem que seja na Record e nem que seja para manter o Instituto Xuxa Meneguel.

E por que é que visionários acham que na internet vai ser "sussa"? Você já reparou quantos sites ensinam ou melhor, dão dicas de como ganhar dinheiro na internet? " Como ganhar dinheiro com seu blog" ; "Como ganhar dinheiro com e-commerce"; " Como ganhar dinheiro nas horas vagas na internet"… Puxa! Que fácil! Fique atento ao que lê, colocar em prática as dicas, talvez faça você perder dinheiro com a internet e nem saber quanto.

Na internet, como fora dela, fica mais fácil, o negócio ilícito, ou para não pegar pesado: o duvidoso. Exemplo: pirataria. Se você é corajoso. Parabéns! Porque a maioria de nós não tem coragem de roubar um banco ou o celular de alguém mas fácil, fácil faz download de uma série favorita, ou do último episódio de uma animação que ninguém viu ainda e paga por isso, poucos dólares, mas paga, visualizando uma publicidade, ou deixando o número do cartão de crédito por ali. O criador do site vai ganhar dinheiro na internet, sim.

Mas e se você está fora deste perfil? A mesma lógica que te leva a abrir um negócio na calçada de um bairro, deve ser usada para um negócio na internet. Todo o investimento de tempo e dinheiro planejado para um negócio próprio deve ser feito para a internet.

As chances de sucesso são as mesmas. Dedicação, trabalho e paciência para começar a ver o retorno podem levar a um negócio na internet no mínimo, saudável. Mas os rios de dinheiro só para quem nasceu com a bunda da lua virada para si. Exemplo: A maquiadora/blogueira, Camila Coelho.

E até mesmo ela, um exemplo de negocio de sucesso na web, na certa, se preocupa em expandir os negócios para fora da internet. Se já não é o maior faturamento hoje.

Explico: o investimento para um negócio de internet, pode ser menor, pode ser mais barato. Mas não pode ser dispensável. Fatalmente você está fadado ao fracasso se achar que na web é fácil. A maioria dos pequenos empreendedores não faz a conta de quanto investiu na internet.

Some: a hospedagem, o dominio, o desenvolvedor amigo que cobrou barato ou que vai cobrar se o negócio der certo, as horas de telefone e internet que você gastou… e dependendo do negócio, a gasolina, a abertura de uma empresa, o contador, as taxas, os impostos recorrentes e por fim: quanto vale o seu tempo.

A idéia não é deixar de colocar em prática uma ideia bacana para web. Mas procure cursos e textos na internet de como abrir um negócio, independente de ser internet e não o "veja como ganhar dinheiro". Molde a sua ideia para o que aprender.

Isso é mais realista e pode ser a base para um bom negócio.



Colunista

Stela Garcia

Stela Garcia, jornalista, formada pela Cásper Libero (1998).
Experiência com redação web, redação para jornais, revistas e folders corporativos.
Uma das associadas fundadora é colunista e diretora de comunicação na ABRAWEB – Associação Brasileira de Profissionais de Internet. Ministrou aula em Faculdade e Universidade, como Faculdade Sumaré e Anhembi Morumbi, aplicando matérias como: marketing digital e redação web. Entre outras experiências com negócios web, trabalhou para o hpG, iG e XPG sempre atuando em comunicação, marketing ou no relacionamento com empresas e sites.



Mais artigos sobre negócios web

ABRAWEB - Associação Brasileira de Profissionais de Internet | Av. Queiroz Filho, 1700 bl C, sl 411 - Vila Hamburguesa - São Paulo - SP CEP 05319-000 | CNPJ 05037868/0001-80 tel. 11 2368-2445